Ilhas Originais

O misterioso arquipélago conhecido como Ilhas Originais (ou Portão do Inferno, se perguntar a alguém da Teocracia) é o lar da antiga civilização dos Tieflings, que a consideram o primeiro lugar habitado de Quantor. Seus habitantes não costumam ser receptivos a visitantes, afundando quaisquer embarcações à certa distância. Isto, porém, não impede que aventureiros provenientes de lá sejam encontrados nos mais diversos lugares de Crei. Como os originais não gozam de boa reputação em boa parte do continente, frequentemente empregam soluções mágicas para esconder sua real aparẽncia.

Lendas dão conta de a civilização localizada nessa parte do mundo dispõe de tecnologias muito mais avançadas do que de qualquer outro lugar em Quantor. Isto pode ser devido à falta de registros confiáveis anteriores ao Terceiro Início, dado que muitos acontecimentos estranhos desta época são interpretados com uma visão atual, frequentemente criando uma série de anacronismos.

Os originais tem feito incursões sobre a parte nordeste de Crei desde tempos imemoriais. O alcance máximo dessas incursões foi perdido no tempo, mas costumam-se encontrar ruínas até dentro da Floresta Central. Com a expansão da Teocracia no Terceiro Início, os originais foram gradualmente perdendo suas colônias, até o estágio atual, onde dominam apenas XXXXXXXXXX. Assim sendo, não há cordialidade alguma entre as duas potências.

Ilhas Originais

Quantor romsnesrom